Será que valorizamos os restaurantes de comida tipicamente brasileira? A jornalista Ailin Aleixo lançou a pergunta pro ChefsBlog, e mostrou que nossa culinária está se reinventando pelas mãos de chefs super talentosos!


Vamos dizer que semana que vem é seu aniversário. Ou aniversário de casamento. Ou, sei lá, aniversário da sua caríssima metade. O fato é que você precisa reservar mesa em um restaurante e, pra variar, não sabe aonde. Qual o primeiro tipo de restaurante que vem à sua cabeça? E o segundo? E o terceiro?
Agora, me diz uma coisa: algum deles foi de comida brasileira?

É fato: a maioria da população considera comida brasileira como algo de ‘dia-a-dia’. Na hora da comemoração, tendemos a escolher culinárias de outros países por terem aura mais ‘chique’. Quando perguntam pra mim aonde levar alguém especial numa noite idem, sempre incluo um ou mais brasileiros entre as opções e, geralmente, ouço um desdenhoso/surpreso “mas, brasileeeeiro?!” como resposta.

Sim, brasileiro, porque não?!

Se é para ter orgulho de algo nesse país, é da nossa cozinha e da nossa vastidão de ingredientes. Neste tema, somos mesmo gigantes.

Bife a cavalo, do Bar da Dona Onça, com cebola crocante, purê de batata, coxão mole e ovo de codorna.

Sai o risoto italiano e entra uma autêntica galinhada.
É a vez da comida brasileira!

Chega de acharmos não-digno de datas comemorativas o que é da nossa terra, o que conta nossa história, o que carrega nossa identidade. Pergunte para um italiano ou um francês se eles acham esquisito festejar em restaurantes que servem a comida de seu país. Esquisito é o olhar de estranhamento que eles vão te lançar…

Cada vez mais nossa gastronomia está ganhando cozinheiros talentosos e reinventando a si mesma com ousadia e vigor. Profissionais como Fábio Vieira (Micaela), Roberta Sudbrack (Pássado Verde), Bel Coelho (Clandestino), Ivan Ralston (Tuju), Thiago Castanho (Remanso do Bosque), Manuelle Ferraz (A Baianeira), Victor Dimitrow (Petí), e tantos outros, merecem ser conhecidos e reconhecidos.

No restaurante Cajueiro, de culinária nordestina, a pedida é a Carne Seca desfiada puxada na manteiga de garrafa e cebola roxa. Acompanha crocks de mandioca.

Deixe seu risoto de lado e dê chance a uma bem temperada galinhada.
Substitua o cuscuz de semolina pela delícia crocante de um cuscuz de farinha Uarini.
Troque o shoyu por molho de tucupi preto.
Chame polenta de angu – se for de milho crioulo, melhor ainda.
Vai por mim: nossa comida é sensacional. E para todas as horas.

Alguns endereços em São Paulo para curtir – no almoço ou jantar! – boa comida brasileira:

MiCi

Rua Ministro Ferreira Alves, 244, Perdizes
(11) 3871-5294
http://www.micirestaurante.com.br

PARCEIRO CHEFSCLUB! Saiba mais


A Baianeira

Rua Dona Elisa, 117, Barra Funda
(11) 2538-0844
http://www.instagram.com/abaianeira

.

Bar da Dona Onça

Av. Ipiranga, 200, Centro
(11) 3257-2016
http://www.bardadonaonca.com.br

PARCEIRO CHEFSCLUB! Saiba mais


Balaio IMS

Av. Paulista, 2424
(11) 2842-9123

.

Amazônia

Rua Rui Barbosa, 206 – Bela Vista
(11) 3142-9264
http://Amazoniarestaurante.wordpress.com

PARCEIRO CHEFSCLUB! Saiba mais


Cajueiro

Rua Aureliano Leal 516, Água Fria
(11) 3360-2829
http://restaurantecajueiro.com.br/

PARCEIRO CHEFSCLUB! Saiba maisP

Fotos: Reprodução Instagram


Ailin Aleixo é criadora do Gastrolândia, o maior e mais influente site de gastronomia e turismo gastronômico do país. A jornalista é também co-criadora do canal #PTDK, no Youtube, dedicado ao jornalismo gastronômico, e palestrante sobre o tema.


AINDA NÃO TEM CHEFSCLUB? BAIXE O NOVO APP E USE 1 MÊS GRÁTIS!

Comments

comments