Cachaça

Você sabe como surgiu a deliciosa cachaça? 

A origem

A partir de 1530, bem no comecinho mesmo da colonização do Brasil, a produção açucareira apareceu como primeiro grande empreendimento de exploração. Afinal, os portugueses já dominavam o processo de plantio e processamento da cana – já realizado nas ilhas atlânticas – e ainda contavam com as condições climáticas que favoreciam a instalação de grandes unidades produtoras pelas regiões litorâneas. 

No processo de fabricação do açúcar, os escravos realizavam a colheita da cana e, após ser feito o esmagamento dos caules, cozinhavam o caldo em enormes tachos até se transformarem em melado. Nesse processo de cozimento era fabricado um caldo mais grosso (cagaça) que normalmente era servido junto com as sobras da cana para os animais. 

Só que a cagaça fermentava com a ação do tempo e do clima, produzindo um líquido fermentado de alto teor alcoólico.  

É, foram os animais que experimentaram pela primeira vez a cachaça e um dia um escravo experimentou e curtiu. 😂

Outras teorias

Outra hipótese conta que, certa vez, os escravos misturaram um melaço velho e fermentado com um melaço fresco. 

Nessa mistura, acabaram fazendo com que o álcool presente no melaço velho evaporasse e formasse gotículas no teto do engenho. Aí o líquido pingava em suas cabeças e ia até a direção da boca, por isso o nome “pinga”. 

Uma terceira hipótese é que a cachaça que pingava do teto atingia em cheio os ferimentos que os escravos tinham nas costas, por conta das punições físicas que sofriam. A ardência causada pelo contato dos ferimentos com a cachaça teria dado o nome de “aguardente”. 

Você conhece alguma outra versão? Conta aqui para o ChefsBlog. 

E aproveite para curtir o Dia Nacional da Cachaça em algum restaurante ChefsClub. Mas se rolar uma ressaca, faça uma das 5 receitas inusitadas que prometem curar sua dorzinha de cabeça.

Comments

comments