Das típicas casas com tatame aos descolados Izakayas (botecos), os japoneses sempre são uma boa pedida para comer fora de casa. Embora São Paulo concentre grandes nomes da culinária nipônica, o Rio não deixa a desejar quando o assunto é japa.

Um dos mais tradicionais restaurantes é o Azumi,  que conta com os benefícios ChefsClub. Com quase três décadas de história, o pequeno salão em Copacabana foi aberto pela família Ohara, cujos patriarcas vêm do Japão. Tentam reproduzir a atmosfera da terra do sol nascente, co

m tatames, balcão, televisores e itens decorativos. As receitas artesanais são executadas pelos membros da família, enquanto que os sushis e sashimis passam pelas mãos de chefs. São mais de 300 pratos servidos ali, de acordo com a disponibilidade dos ingredientes. Na lista, usuzukuri de peixe, carpaccio de polvo, shiromi sakana bainiku age, ika sautee, tsukemen, hiyashi chuuka e o gyoza.

Bem no coração da Dias Ferreira, o Sushi Leblon costuma ser point de celebridades. São mais de três décadas ali, com a fama de receber Madonna, Catherine Deneuve, entre tantas outras estrelas. Do balcão apertado e escurinho, saem pedidas surpreendentes, como  sushi de ovo de codorna trufado com flor de sal, sushi de king crab temperado e o sushi com foie gras brûlèe marinado em saquê doce e brunoise de manga. É sofisticado e curioso.

Outro ponto que atrai famosos é o Yumê, que ocupa desde 2005 um casarão tombado no Jardim Botânico. A piscina de carpas e o teto retrátil, com mesas a luz de velas, dão clima de jantar romântico. Por lá já passaram o diretor Steven Spielberg, o tenista Gustavo Kuerten… Mas as estrelas saem da cozinha, como a lula recheada com shimeji, manjericão e mussarela de búfala.

Saltando para as versões mais modernas, o Gurumê é considerado o mais criativo da nova geração nipônica, desde que foi aberta a primeira casa no Fashion Mall, ainda em 2014. Os pratos chamam a atenção, como a pipoca de camarão (cubinhos de camarão tempurá com molho spicy) ou o salmão guacamole (cubos marinados ao molho shoyo, cobertos com guacamole, e palitinhos crocantes do pão ban no azeite de ervas). Tem até a sofisticada dupla de vieiras com foie gras na calda de lichia e flor de sal. O ambiente é contemporâneo e conta sempre com uma área de coquetelaria, de onde saem drinques caprichados, como o Gin A+, uma combinação de Gin Amazzoni, hibisco, laranja e alecrim flambado.

Com ótimo custo-benefício e ambiente aconchegante, o Soy Japa Food é outro que possui benefícios ChefsClub. O preparo cuidadoso da comida passa pelas mãos do nissei Carlos Ohata, sócio e chef da casa, que esteve à frente dos balcões do Minimok e do Nakombi. Além dos combinados de sushis e sashimis, as duplas especiais valem a investida, como os

lagostins grelhados com um toque de manteiga cítrica e teriyaki de laranja, hotategai (vieiras com flor de sal e limão siciliano) e ikura jou (sushi envolto de salmão selado, ova de salmão e gema de codorna com flor de sal).

Os botecos japoneses – ou izakayas – chegaram com tudo nos últimos anos no Rio. Mesclam receitas tradicionais com um toque de modernidade, como faz o San Izakaya, no Leblon, também com vantagens ChefsClub. É um bom lugar para provar iguarias, como coração de pato com vinagrete de nampla e cogumelos, além da bochecha de peixe frita e glaceada em molho adocicado. Dos mesmos donos do San, o Ko Ba Izakaya chegou a Ipanema em outubro de 2018. Tem balcão em formato de “U” e servem o Katsu-Sando, clássico sanduíche de porco à milanesa, e a salada de batatas com ovas de massago.

E quem aí nunca recorreu ao bom e velho Koni? Diversas lojas do grupo contam com benefícios ChefsClub, como no Centro, Taquara e Freguesia.

Outros tantos endereços de “olhos puxados” valem a visita, como o Japa B, de Nao Hara, no Jardim Botânico, e o Mitsuba, na Tijuca. Para quem adora karaokê, o Miako, no Flamengo, é point de cantoria. Na linha dos sofisticados, o Naga, no VillageMall, é o único da família nagayama no Rio (o grupo é forte em SP). E o Sisho, dentro do Hotel Grand Hyatt, na Barra, tem a única “sushiwoman” da cidade, a premiada Miriam Moriyiana. Com um toque nipônico, vale ainda apostar no Mee, asiático do Copacabana Palace.

E você? Qual o seu japa favorito no Rio? Conte para gente e não deixe de aproveitar os benefícios ChefsClub.

SERVIÇO

Azumi

Rua Ministro Viveiros de Castro 127, Copacabana  – 2541-4294.

 

Gurumê

Estrada da Gávea 899, 3º piso, loja 316,  São Conrado – 3324-4290.  Diariamente, do meio-dia à meia-noite.

Ko Ba Izakaya
Rua Maria Quitéria, 111 – 2º andar – Tel.: (21) 3502-4637

San Izakaya

Rua Humberto de Campos 827, loja G, Leblon –  3738-0416.

Soy Japa Food

Rua Santa Clara 33, lojas B e C, Copacabana –  2235-4000.

Koni

Rua São José, 66, – Centro

 

Yumê

Rua Pacheco Leão 758, Jardim Botânico . 3205-7321

Comments

comments